Jp Santsil - CEO da Comunidade Colaborativa INfluxo

Nasceu em Salvador, capital do Estado da Bahia, tendo se dedicado mais da metade de sua vida a projetos de ativismo social, educacional, cultural, ecológico e sustentável com crianças e jovens em estado de risco e extrema pobreza nas favelas e comunidades carentes do Brasil e Ecuador. Atualmente vive e é cidadão do Estado de Israel, oriente médio asiático, onde se dedica a projetos ecologicamente sustentáveis, e em particular, numa mesinha de sua casa, em sua espiritualidade, tenta criar um mundo novo mais ou menos perfeito em sua paixão por escrita e amor a literatura. 

É escritor do livro: O FILHO DAQUELA QUE MAIS BRILHA - A incrível saga do Quilombo dos Palmares no Novo Mundo, lançado pela editora Chiado Books em 2019. Possui uma coluna literária quinzenal no Portal Literário RUÍDO MANIFESTO, intitulada: ESCRITOS DO ONTEM, AGORA E AMANHÃ. E, em julho de 2020, fundou a comunidade midiática colaborativa INfluxo (www.influxo.tv), uma Comunidade Midiática Colaborativa, totalmente livre de publicidades, sendo um ambiente orgânico, para que ativistas e amantes dos diversos movimentos sociais, étnicos, artísticos, culturais, literários, jornalísticos, educacionais, ambientais e entre outros... possam reunir em um só lugar seus conteúdos digitais, expandindo suas redes sociais como agentes influenciadores.

Missão

Sabendo da existência de novas e sutis formas de opressão e ignorância, gerando a escravidão cultural que impera na moderna, industrial tecnológica, e agora virtual sociedade. Que devido à atual situação mundial, o desespero apoderou-se dos indivíduos humanos no nosso planeta, onde os fatores dos impactos de cada vida humana que nasce, retratam que nosso modo de vida é totalmente insustentável, e, por vezes homicida, genocida e suicida perante aos nossos recursos naturais, ecossistemas, biodiversidade e comunidades étnicas tribais, e, menos desfavorecidas socioeconomicamente. É que acredito no Poder e na Magia da EDUCAÇÃO, na Força e na Vitória da UNIÃO, na Alegria e Felicidade da SOLIDARIEDADE, na Simplicidade e Valorização da HUMILDADE, na Esperança e Manifestação da FÉ e na Salvação e Vida do AMOR, como expressões da sadia e inteligente formação cultural da condição humana de se auto curar. Por isso, meus principais objetivos é embasado na pretensão de conscientizar as comunidades humanas para o benefício que traz o conhecimento dos princípios básicos da sustentabilidade, ecologia, sabedorias e solidariedade, ecoalfabetizando-os em vivências práticas sobre o impacto da nossa vida pessoal e social na comunidade e no meio ambiente, e, na educação ambiental com respeito à descoberta do nosso potencial de restauração e convívio harmônico com toda natureza.

FORMAÇÃO

·       Universidade Corporativa do Banco do Brasil – Estratégia de Negócios em Desenvolvimento Sustentável

 

·       Marizá Epicentro – Agricultura Regenerativa

 

·       Instituto Agroecológico Kilombo Tenondé  – Agrofloresta, Compostagem, Construção Natural de Abrigos

 

·       Instituto de Permacultura da Bahia  – Agricultura Orgânica Policultural Sustentável

 

·       Havat Shorashim Israel  – Agricultura Orgânica, Sistema de Gotejamento, Fertilizantes e Pesticídas Orgânicos

EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS

Jardim Orgânico Comestível - Sustentabilidade Doméstica e Familiar

Descrição: Para muitas famílias, as hortas domésticas são tradição e certamente nunca perderam a importância. Para outras, entretanto, elas acabaram perdendo espaço a partir da evolução econômica da sociedade. A razão para isso passa pelos movimentos de migração para a área urbana, somada ao maior número de pessoas trabalhando fora de casa e à ampliação da oferta de alimentos industrializados, que acabaram se tornando uma opção tentadora para aqueles que dispõem de pouco tempo livre. Mas, como a sociedade está em constante mudança e revendo conceitos, as hortas domésticas parecem estar retomando sua importância. A afirmação é possível na medida em que tem crescido a conscientização da população sobre os benefícios de se ter um espaço destinado ao cultivo de plantas em casa. Assim vos apresento o meu Jardim Orgânico Comestível: Acompanhe o seu desenvolvimento no Instagram: Minuto Ecológico

1/89

2013/2020 - Construção Ecológicas de Pista de Bicicletas MTB (Shivil Ofanaim Israel)– Kibutz Samar & Ministry of Tourism - Israel

Cargo: Gerente de Construção e Design.

Principais atividades: Design, Construção e acabamento das pistas, Gerenciamento, Preparo e organização da equipe de trabalho.

Descrição: Construção de pistas para bicicletas MTB para o Ministério do Turismo de Israel, projeto organizado pelo Kibutz Samar no deserto do Arava israelense e Deserto da Judeia, situado no sul do país, em que consiste construir as pistas preservando o máximo do ambiente natural em todo o seu trajeto, sem usos de materiais externos a natureza e ecologia do lugar.

1/25

2019/2020 - Paisagismo Ecológico Mediterrâneo Israelense & Tropical Microclimático - Eco Green Success Israel

Cargo: Gerente de Construção, Manutenção e Design.

Principais atividades: Construção Paisagística com pedras mediterrâneas, árvores e plantas, Plantio, Manutenção e colheita de culturas orgânicas, Compostagem, líquido compostos e vermicomposto, fungicidas e pesticidas orgânicos, adubos e nutrientes orgânicos.

Descrição: הצלחה ירוקה - Eco Green Success atua com arte, criando, recriando, modificando ou recuperando ambientes residenciais na elaboração de paisagens ecológicas, orgânicas e microclimáticas. Trazendo para o ambiente residencial e familiar, além de beleza estética, ecologia e qualidade de vida natural. Nossos trabalhos de designer paisagistas com jardins estéticos, jardins orgânicos comestíveis, piscinas e cascatas ecológicas estilo mediterrâneo, tropical e semitropical utiliza de pedras, plantas, arvores ornamentais e frutífera nativas, europeias e tropicais de varias partes do mundo. Contribuindo assim, de forma direta e benéfica para uma relação mais próxima do homem com a natureza em meio ao contraste urbano. חה ירוקה - Eco Green Success busca viabilizar os benefícios do paisagismo ecológico aliado com o caráter alimentício, nutricional e farmacológico. Dessa forma, planejamos e executamos jardins produtivos, que além do valor estético tem a sua importância na produção de frutas, verduras, legumes, temperos e ervas medicinais, podendo ser classificada também como Agricultura Orgânica Urbana. 

1/42

2019 - Amit Solar - Engenharia e Usina de Energia Renovável - Israel

Cargo: Gerente de Construção, Design e Engenharia de Usina Renovável.

Principais atividades: Design, Construção e Manutenção das plataformas para abarcar as placas fotovoltaicas, Gerenciamento, Preparo e organização da equipe de trabalho.

Descrição: Energia solar é um termo que se refere à energia proveniente da luz e do calor do Sol. É utilizada por meio de diferentes tecnologias em constante evolução, como o aquecimento solar, a energia solar fotovoltaica, a energia heliotérmica, a arquitetura solar e a fotossíntese artificial. Tecnologias solares são amplamente caracterizadas como ativas ou passivas, dependendo da forma como capturam, convertem e distribuem a energia solar. Entre as técnicas solares ativas estão o uso de painéis fotovoltaicos, concentradores solares térmicos das usinas heliotérmicas e os aquecedores solares. Entre as técnicas solares passivas estão a orientação de um edifício para o Sol, a seleção de materiais com massa térmica favorável ou propriedades translúcidas e projetar espaços que façam o ar circular naturalmente.

1/33

2018/2019 - Construção Ecológicas de habitações e edifícios tradicional da Mongólia, Yurt - Freedome Yurts & Dome - Israel

Cargo: Construtor.

Principais atividades: Construção de Yurt.

Descrição: Yurt é uma tenda ou cabana circular usada tradicionalmente pelos pastores nômades mongóis e de outros povos da Ásia Central, como os quirguizes e os cazaques. Possui uma estrutura interna de madeira, com parede raramente ultrapassando a altura de um homem e teto ligeiramente abobadado, possuindo apenas um cômodo. É coberta por feltro ou lã, geralmente brancos. Toda a estrutura é de fácil montagem, fornecendo boa proteção contra o calor e o frio, e é carregada em pequenas carruagens nas migrações em busca por melhores pastagens para seus rebanhos. A UNESCO classificou em 2014 o fabrico tradicional dos yurts como Património Cultural Imaterial da Humanidade na Mongólia com a designação "Artesanato tradicional do ger mongol e costumes anexos". No ano seguinte, inclui na mesma lista uma entrada com património do Quirguistão e Cazaquistão, com a designação "Conhecimentos e técnicas tradicionais vinculados ao fabrico de yurts quirguizes e cazaques (habitat nómada dos povos túrquicos)". Esses Yurt é uma versão moderna e melhorada da tenda tradicional da Mongólia, que por muitos anos até o presente fornece uma solução residencial confortável, simples e bonita. O edifício está em todas as condições meteorológicas - mesmo no clima extremo da Mongólia. O Yurt é um espaço autêntico, único, estável e ancorado, simples de montar e projetado. Apesar de ser discriminado como uma simples tenda mongol, o edifício Yurt, hoje é usado para habitação permanente, unidades de alojamento, estúdio ou sala de tratamento, espaço para oficinas ou como um complemento à construção.

1/33

2016/2017 - Construção e Manutenção de Ambientes Aquáticos Ecológicos – Mizumi - Israel

Cargo: Gerente de Manutenção e Construtor de jardins aquáticos.

Principais atividades: Manutenção e construção de jardins aquáticos e ecológicos, Cultivo de inúmeras culturas de plantas aquáticas e peixes ornamentais, Técnicas de filtragens e filtros biológicos.

Descrição: Construção naturais e ecológicas de cascatas, riachos, lagos, viveiros aquáticos com plantas, sapos e peixes, piscinas de banhos e ornamentais. Utilizando de técnicas naturais de filtragens com gravitação e elementos naturais com pedras, areia e produtos manufaturados ou industrias reciclados. Projetos ecológicos do Grupo Israelense de construção natural e ecológicos de ambientes aquáticos MIZUMI.

1/70

2014/2015 – Agricultura Orgânica – Havat Shorashim - Ayanot - Israel

Cargo: Gerente de Trabalho.

Principais atividades: Plantio, Manutenção e colheita de culturas orgânicas, Compostagem, líquido compostos e vermicomposto, fungicidas e pesticidas orgânicos, adubos e nutrientes orgânicos.

Descrição: Agricultura Orgânica Policultural Sustentável. Usando racionalmente a água por irrigação de gotejamento ou demais técnicas econômicas de água contextualizadas na realidade local de topografia, clima, variação climática e hábitos culturais da população israelenses judias e árabes. Manejando a vegetação nativa, como cobertura morta, rotação de culturas e cultivos protegidos para controle da luminosidade, temperatura, umidade, pluviosidade e intempéries. Além do manejo com técnicas de minhocultura, geradora de húmus com diferentes graus de fertilidade; manejo mínimo e adequado do solo com plantio direto, curvas de níveis e outras para assegurar sua estrutura, fertilidade e porosidade.

1/357

2013/2014 - Insel der Kinder (ONG da Alemanha) - Ilha de Itaparica - Bahia - Brasil

Cargo: Coordenador Executivo, Dinamizador Eco-cultural e Educador Ambiental.

Principais atividades: Educação Ambiental (Escola Sustentável), Artística e Cultural, Capoeira Angola, Terapias Holísticas e Ocupacionais.

Descrição: Ecoalfabetização e Sustentabilidade Orgânica na Comunidade de Amoreiras, no Município de Itaparica, na Ilha de Itaparica, no Estado da Bahia. Palestras, Aulas Práticas e Teóricas Ecológicas sobre Consumo Sustentável, dando ênfase aos temas voltados a: Modena Cidadania, Água, Alimentos, Biodiversidade, Transportes e o Meio-Ambiente, Energias, Lixo, Publicidade, Banheiros Ecológicos, Banco de Sementes, Agricultura Orgânica, reciclagem e as variadas técnicas de Compostagem (Líquidocomposto, Vermicomposto, adubo). Cursos gratuitos para toda comunidade, em que teve a participação de crianças e adolescentes.

  • Escola Sustentável - Amostra de Vídeo das Atividades na Insel der Kinder

  • Escola Sustentável - Agrofloresta

1/235
  • Ecoalfabetização - Placas de Conscientização Ambiental

1/115
  • Educação Cultural, Musical & Corporal - Capoeira Angola

1/38

2013 - Associação Sol Nascente - Ilha de Itaparica - Bahia - Brasil

Cargo: Coordenador Executivo, Dinamizador Ecológico  e Educador Ambiental, Terapias Holísticas e Ocupacionais.

Principais atividades: Educação Ambiental (Escola Sustentável), Artística e Cultural, Capoeira Angola, Terapias Holísticas e Ocupacionais.

Descrição: Ecoalfabetização e Sustentabilidade Orgânica para a Comunidade de Conceição, no Município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, no Estado da Bahia. Sendo realizado na ONG Sol Nascente. Tendo palestras, aulas práticas e teóricas ecológicas sobre Consumo Sustentável, dando ênfase aos temas voltados a: Moderna Cidadania, Água, Alimentos, Biodiversidade, Transportes e o Meio-Ambiente, Energias, Lixo, Causas e Efeitos da Publicidade e Consumo, Banheiros Ecológicos, Banco de Sementes, Agricultura Orgânica, reciclagem e as variadas técnicas de Compostagem (Líquidocomposto, Vermicomposto, adubo). Cursos gratuitos para toda comunidade, em que teve a participação de pessoas de todas as idades.

  • Escola Sustentável - Compostagem, Horta Orgânica Comunitária, Ecoalfabetização

1/167
  • Terapia Ocupacional - Educação Musical

1/44

2012 -  Adama Dance Company, Mitzpe Ramon - ADAMA Festival - Israel

Cargo: Dinamizador do Workshop de Capoeira Angola.

Descrição: Localizado no deserto do Negev em Israel a Compahia de Dança Adama, realiaza o seu festival anual, na pequena cidade de Mitzpe Ramon coração do deserto sul.

1/102

2012 - Base Aéria do Exercito Israelense - Shaharut - Israel

Cargo: Educador Ambiental e Professor de Capoeira Angola

Principais atividades: Arte, Reciclagem de materiais sólidos e Capoeira Angola

Descrição: Atividades de férias na Base Aéria do Exercito Israelense, para crianças das famílias dos militares que ali habitavam.

1/134

2010/2011 – Casa Metropolitana de las Juventudes - Municipalidad de Quito y Patronato San José - Ecuador

Cargo: Dinamizador Cultural e Educador Corporal.

Principais atividades: Educação Cultural, Capoeira Angola, Percussão.

Descrição: A Unidade de Patronato Municipal de São José do Município de Quito é um órgão encarregado de executar programas sociais capazes de defender e restaurar os direitos das populações mais vulneráveis, tais como: crianças e adolescentes, jovens, idosos e pessoas com deficiência, que se encontram enfrentando o risco de sofrer problemas de: saúde, violência e pobreza. Mais de 40.000 usuários diretos que se beneficiam de programas que promovem inclusão, igualdade de gênero e solidariedade entre os cidadãos que moram nessa cidade.

1/46

2010/2011 - Projeto Capoeira Angola Itinerante - Ministerio de Cultura y Patrimonio - Ecuador

Cargo: Coordenador Executivo e Agente Cultural.

Principais atividades: Aulas, Rodas e Palestras de Capoeira Angola, Percussão, Samba de Roda e Cultura Popular Afrobrasileira.

Descrição: Esse projeto destinou-se a promoção e divulgação da Capoeira Angola nas praças, parques e ruas do Ecuador. Fazendo com que a verdadeira informação de Capoeira Angola, seja acessível a todos e se manifeste na tradição como cultura popular mundial. Sendo de 15 em 15 dias realizadas palestras, workshops e rodas da Capoeira Angola abertas a todo público, sem discriminar idade, sexo, nacionalidade, status social, religião, política, classe ou etnia.

  • Projeto Capoeira Angola Itinerante Ecuador - La Mariscal

1/197
  • Projeto Capoeira Angola Itinerante Ecuador - La Floresta

1/76
  • Projeto Capoeira Angola Itinerante Ecuador - La Carolina

1/30
  • Projeto Capoeira Angola Itinerante Ecuador - Tumbaco

1/52
  • Projeto Capoeira Angola Itinerante Ecuador - Centro de Quito

1/78
  • Projeto Capoeira Angola Itinerante Ecuador - Guapulo

1/118
  • Primeiro Festival de Capoeira Angola do Ecuador - Ibarra

1/156

2008 a 2010 – Organização Arte Refúgio da Juventude - Pontinho de Cultura - Ministério da Cultura - Ilha de Itaparica - Bahia - Brasil

Cargo: Presidente, Coordenador Executivo, Dinamizador Ecológico e Educador Ambiental.

Principais atividades: Educação Ambiental (Escola Sustentável), Educação Artística e Cultural, Capoeira Angola, Ludicidade, Terapias Holísticas e Ocupacionais.

Descrição: A Organização Arte Refúgio da Juventude, além de ser uma ONG institucionalizada, era um movimento ativista, sem muitas regras e formalidades, tendo como prioridade a ação prática em diversas atividades eco-sócio-educativas, ocupando o tempo ocioso dos jovens (socialmente vulneráveis, marginalizados e em estado de risco) nos turnos alternados das escolas, fins de semanas e feriados. Ultilizando os espaços públicos da comunidade, como: escolas, praças, centros e sedes comunitárias, ruas, praias, florestas, casas e espaços abandonados para promover atividades de caráter terapêutico e educacional. Idealizado, fundado, financiado e administrado por Jp Santsil na Ilha de Itaparica, em particular a região de Barra Grande no município de Vera Cruz, esse movimento tinha como principal meta congregar os ativistas dos diversos movimentos ambientais, culturais e sociais como: permacultores, ecologistas, naturalistas e arte-terapeutas, educadores, contadores de histórias, escritores, artistas, atores e poetas, músicos e dançarinos, capoeiristas, artesões, esportistas e todos aqueles que formavam, divulgavam, simpatizavam e defendiam esses segmentos, bem como a comunidade em geral, sem distinção de idade, sexo, cor, nacionalidade, profissão, credo religioso e político. Para juntos expandirmos oportunidades culturais, ambientais, e comunitárias enriquecendo e fortalecendo a juventude da Ilha de Itaparica, visando enraizar práticas sustentáveis, em que voluntários de várias nacionalidades participassem como agentes, para fornecer um cardápio diverso de trabalhos, dinâmicas, brincadeiras e atividades. Essa ação ativista pretendia conscientizar os Jovens das comunidades da Ilha, para o benefício que traz o conhecimento dos princípios básicos da sustentabilidade e solidariedade, ecoalfabetizando-os com vivências práticas sobre o impacto da nossa vida pessoal e social na comunidade e no meio ambiente, e, na educação ambiental da descoberta do nosso potencial de restauração. As ações desse movimento ativista eram diárias, livres, simples e esporádicas nos turnos alternados das escolas, em que priorizava nos Jovens, que o Amor e a Paz são os melhores caminhos, que o verdadeiro valor da vida está nas simples coisas, que nos pequenos atos e gestos como um simples: Bom dia! Boa tarde! Seja feliz! Gratidão! Podemos mudar nosso meio-ambiente, nossa vida, nossa comunidade e nosso mundo. Resgatando assim, os vínculos de proximidade para crescermos em uma sociedade, em que os valores individuais e coletivos sejam respeitados, para nos orientar nessa possível tarefa de estabelecer a harmonia, e assim, garantir o Amor e a Paz. Entretanto, para isso se manifestar em nossa comunidade, acreditamos no Poder e na Magia da EDUCAÇÃO que influi na formação e transformação cultural da condição humana, e sabemos unicamente que a JUVENTUDE é o solo fértil onde a semente do Verdadeiro SER HUMANO, romperá sua cápsula de ignorância em direção ao mundo luminoso de possibilidades infinitas. Com base nesse princípio e nos frutos das nossas experiências de vida, como agentes do bem, e também, nos diversos relacionamentos em trabalhos com crianças e adolescentes como educadores ativistas autodidatas, este movimento foi idealizado e concebido, como uma nova fórmula educacional alternativa e adequadamente efetiva em todos os princípios básicos do desenvolvimento sustentável. Sendo acessível a todos, e, agindo em prioridade no desenvolvimento da capacidade humana e de seu poder de auto-cura e restauração, pela valorização da JUVENTUDE e pelo incentivo e reconhecimento de suas faculdades inatas, proporcionando o bem-estar, vinculados as brincadeiras, expressões artísticas, corporais, culturais e esportivas, e, de práticas bioenergéticas, em que o fundamento existencial satisfaça as suas necessidades diárias, com a plena responsabilidade de cuidar e manter a boa e sadia qualidade de vida, das gerações futuras e do meio ambiente comunitário ecologicamente equilibrado, manifestando a tão sonhada Terra sem Mal, o encontro do Céu com a Terra, o Taru Andé, dos sonhos dos nossos antepassados Guaranis, e a Ngola NJanga dos sonhos dos nossos antepassados africanos que foram escravizados, manifestando um pleno e admirável Mundo Novo de solidariedade, fraternidade, paz, amor e união, sem utopias. Estávamos aqui, em alerta vermelho para informar em poucas palavras que: SE VOCÊ NÃO FAZ PARTE DA SOLUÇÃO, ENTÃO VOCÊ FAZ PARTE DO PROBLEMA!

  • Terapia Ocupacional - Educação e Consciência Ambiental - Limpeza das Praias

1/92
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Brinquedoteca

1/37
  • Terapia Ocupacional - Aprimoramento da auto-estima e confiança no grupo social

1/71
  • Terapia Ocupacional - Jogos de Mesa para o raciocínio lógico e concentração

1/54
  • Terapia Ocupacional - Círculos de conversa para expressar ideias e sentimentos

1/10
  • Terapia Ocupacional - Criação de bonecos e teatro de fantoches

1/32
  • Terapia Ocupacional - Dinâmica 4 elementos, com o tema: TERRA

1/57
  • Terapia Ocupacional - Dinâmica 4 elementos, com o tema: FOGO

1/68
  • Terapia Ocupacional - Dinâmica 4 elementos, com o tema: ÁGUA

1/90
  • Terapia Ocupacional - Dinâmica 4 elementos, com o tema: AR

1/72
  • Terapia Ocupacional - Escolinha de Surf

1/139
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Brincadeiras de Rua

1/123
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Brincadeiras de Praia - Volei

1/38
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Brincadeiras de Praia - Futebol

1/51
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Brincadeiras de Praia - Natação

1/42
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Brincadeiras de Praia - Frescobol

1/46
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Brincadeiras de Praia - Brincando na Areia

1/97
  • Terapia Ocupacional - Educação Ambiental - Placas de Conscientização Ecológica

1/111
  • Terapia Ocupacional - Arte com Jornal e Reciclagem

1/66
  • Terapia Ocupacional - Capoeira Angola

1/289
  • Terapia Ocupacional - Apresentação Artística dos Jovens para Comunidade

1/134
  • Terapia Ocupacional - Pintura na Parede em uma velha casa abandonada

1/112
  • Terapia Ocupacional - Ludicidade - Parque de Diversão

1/157
  • Terapia Ocupacional - Dança e Percussão Afro

1/42
  • Architect Without Borders USA - Construção de Banheiros Secos Ecológicos

1/174

2007/2008 - Trust For The Americas & Microsoft - POETA - Programa de Oportunidades Para el Empleo Através de la Tecnología en las Américas - Programa del Muchacho Trabajador - Banco Central del Ecuador - Ecuador

Cargo: Dinamizador Cultural e Educador Corporal.

Principais atividades: Educação Cultural, Capoeira Angola, Percussão e Samba de Roda.

Descrição: No início de 2005, a Fundação Trust for the Americas lançou seu programa hemisférico de treinamento e capacitação em tecnologia em parceria com a Microsoft por meio de sua iniciativa Unlimited Potential. O POETA é implementado em mais de 10 países e conta com mais de 15 centros de treinamento que oferecem instrução a populações marginalizadas e pessoas com deficiências no uso de softwares como Excel, Word, Power Point e preparação para o mundo do trabalho. Nos centros POETA, também é prestada assistência às microempresas no desenvolvimento de seus negócios e no uso de tecnologias de comunicação e informação. A Fundação Trust for the Americas acredita que essa aliança com a Microsoft terá um impacto de longo prazo para o benefício das comunidades que possuem centros POETA e espera que até 2010 haja pelo menos um centro POETA em cada país do hemisfério. Já o Programa Muchacho Trabajador -PMT teve início no ano de 1983, no interior do Banco Central del Ecuador, na procura de um vínculo entre a política econômica e a política social do Estado ecuatoriano.

  • Terapia Ocupacional - Aulas de Capoeira Angola

1/64
  • Terapia Ocupacional - Rodas de Capoeira Angola

1/81

2006/2007 – Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura UNESCO - Programa Escola Aberta - Salvador - Bahia - Brasil

Cargo: Coordenador Executivo, Dinamizador Cultural e Educador Corporal.

Principais atividades: Educação Artística e Cultural, Capoeira Angola, Terapia Ocupacional.

Descrição: O Programa Escola Aberta incentiva e apóia a abertura, nos finais de semana, de unidades escolares públicas localizadas em territórios de vulnerabilidade social. A estratégia potencializa a parceira entre escola e comunidade ao ocupar criativamente o espaço escolar aos sábados e/ou domingos com atividades educativas, culturais, esportivas, de formação inicial para o trabalho e geração de renda oferecidas aos estudantes e à população do entorno. Estas foram Oficinas abertas a toda comunidade de Alto de Coutos, Subúrbio Ferroviário de Salvador. No Programa Escola Aberta da UNESCO, com auspício do Governo do Estado da Bahia, Secretaria de Educação, Cultura e Esporte da Bahia, Ministério da Cultura e do Esporte do Brasil, Governo Federal. Sendo organizada e coordenada por Jp Santsil.

  • Terapia Ocupacional - Aulas de Capoeira Angola

1/141
  • Terapia Ocupacional - Rodas de Capoeira Angola com intercâmbio de jovens dos USA

1/164
  • Terapia Ocupacional - Hip-Hop - Aulas de Dj e MC

1/62
  • Terapia Ocupacional - Aulas Jiu-Jitsu

1/26
  • Terapia Ocupacional - Aulas de Informatica (word, excel, power point, S.O. Windows)

1/15
  • Terapia Ocupacional - Aulas de Violão

1/17
  • Terapia Ocupacional - Futebol de Quadra

1/50
  • Terapia Ocupacional - Aulas de Artesanato

1/49
  • Terapia Ocupacional - Dança de Rua e Expressões Corporais

1/109

2004 a 2006 – Instituto Agroecológico Kilombo Tenondé - Salvador - Bahia - Brasil

Cargo: Coordenador Executivo, Dinamizador Ecológico e Educador Ambiental.

Principais atividades: Educação Ambiental (Escola Sustentável), Artística e Cultural, Capoeira Angola, Terapias Holísticas e Ocupacionais.

Descrição: O Kilombo Tenondé combina a arte da Capoeira Angola com a prática de permacultura realizando uma série de atividades, eventos e oportunidades de trabalhos voluntários. Essas atividades envolvem a bioconstrução, agroflorestas, a agricultura orgânica (incluindo produção de: cacau, canela, cravo, urucum, dendê, guaraná, manica, jaca, legumes, dentre outros), criação de animais, incentivando a comunidade local para o desenvolvimento de práticas ecológicas e auto-sustentáveis. O Kilombo é localizado em Bonfim, um pequeno vilarejo próximo da cidade de Valença/BA. A área tem floresta nativa, áreas de agricultura e áreas reflorestadas. 

Nesse período do tempo, entre os anos de 2004 a 2006, o Kilombo Tenondé se localizava no Subúrbio Ferroviário de Salvador, em uma chácara entre a linha férrea e o mar, e todas as atividades eram livres e gratuitas para comunidade. E tinha como principal objetiva trabalhar com terapias ocupacionais com os jovens das comunidades carentes de Coutos, Alto de Coutos, Paripe e Periperi. Infelizmente, 70% dos jovens que estão nas imagens das atividades abaixo foram assassinados, vítimas das violências e tráfico de drogas dessas favelas. Porém, uma pequena parcela de 2% conseguiram ascender socialmente devido à aproveitar dos ensinamentos dessas vivências.

  • Terapia Ocupacional - Intercâmbio de Jovens e Saberes - Brasil & USA

1/278
  • Oficina de Berimbau - Intercâmbio de Jovens dos USA em Santo Amaro da Purificação na valorização do Saber do Mestre Ivan

1/112
  • Terapia Ocupacional - Artes Circenses

1/172
  • Colheita de Bambu para curso de Construção Natural no Campus da UFBA Ondina

1/208
  • Oficina de Contrução Natural com Bambu - Ministrada por Matin Coto de Costa Rica

1/788
  • Terapia Ocupacional - Dia a Dia das atividades com crianças, adolescêntes e moradores da comunidade

1/469
  • Terapia Ocupacional - Vivências com Permacultura

1/234
  • Terapia Ocupacional - Construção Natural de Forno de Barro

1/507
  • Terapia Ocupacional - Vivência com Mosaico

1/54
  • Terapia Ocupacional - Pintando a Parede

1/105
  • Terapia Ocupacional - Aulas de Inglês com as letras de Bob Marley

1/67

2002 a 2004 – Escologia - Centro Cultura em Desenvolvimento Brasil-Bélgica - Ponto de Cultura do Ministério da Cultura - Ponto de Cultura de número 740/2004-SPPC MinC, do Programa Cultura Viva do Ministério de Cultura do Brasil - Salvador, Bahia - Brasil

Cargo: Coordenador Executivo, Capacitador de Recursos e Produtor Cultural.

Principais atividades: Educação Ambiental, Artística e Cultural, Terapias Holísticas e Ocupacionais.

Descrição: A Escologia foi fundada em 1983, tendo entre os seus objetivos, pesquisar formas alternativas de organização como resposta aos processos decorrentes das transformações no mercado de trabalho e suas influencias no mundo em vias de globalização. Durante esse tempo de existência a Escologia mantém trabalhos de educação e sociabilização, fomentando e desenvolvendo cursos de educação ambiental, consciência de cidadania e atividades culturais. Implementando também a criação de um Centro Cultural no Parque de Pituaçú, onde desenvolve atividades de formação de agentes culturais, incentivando a preservação das manifestações da cultura tradicional brasileira, por intermédio de cursos e práticas nas áreas de teatro, teatro de marionetes, dança afro-brasileira, música e artesanato, além de incentivar também a prática de esportes como futebol, capoeira, boxe, vôlei, na perspectiva de lutar contra a migração dos jovens para as ruas e na luta contra as drogas e o narcotráfico - o pior inimigo dos jovens carentes neste momento da realidade brasileira. Abaixo são Imagens dos trabalhos do ativista Jp Santsil em parceria com o Escologia - Centro Cultura em Desenvolvimento Brasil-Bélgica, na Comunidade do Alto de São João no Parque Metropolitano de Pituaçu. Com auspício do Provincie West-Vlaanderen, Programa Segundo Tempo do Ministério do Esporte do Brasil, sendo um dos primeiros Ponto de Cultura de número 740/2004-SPPC MinC escrito e coordenado por Jp Santsil, do Programa Cultura Viva do Ministério de Cultura do Brasil e Programa Fome Zero do Governo Federal do Brasil.

  • Concertos Quinzenais - Domingo no Parque - Programa Conhecer como Forma de Preservar

1/320
  • Terapia Ocupacional - Escolinha de Futebol

1/156
  • Terapia Ocupacional - Escolinha de Música

1/55
  • Terapia Ocupacional - Atividades Lúdicas

1/104

2000/2002 – Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura UNESCO - Programa Abrindo Espaços - Salvador - Bahia – Brasil

Cargo: Coordenador Executivo, Produtor Cultural.

Principais atividades: Educação  Artística e Cultural, Ludicidade e Terapias Ocupacionais.

Descrição: Em 2000, no marco do Ano Internacional para uma Cultura de Paz, a Representação da UNESCO no Brasil lançou o Programa Abrindo Espaços: educação e cultura para a paz, uma iniciativa que abre escolas públicas nos fins de semana para oferecer aos jovens e sua comunidade atividades de esporte, arte, cultura, lazer e formação inicial para o trabalho. O Programa Abrindo Espaços baseia-se na cultura de paz e não-violência e na promoção da cidadania de adolescentes, jovens e da comunidade escolar. Trata-se de uma iniciativa que reúne várias áreas do mandato da UNESCO – é uma ação de inclusão social que incentiva a melhoria da qualidade da escola, a participação cultural, a conscientização sobre a prevenção de DST e Aids e o cuidado com o meio ambiente.

OBS: Fui Coordenador Executivo desse  Programa na comunidade do Nordeste de Amaralina, durante 0s anos de 2000, 2001 e 2002, em que também fui Coordenador Executivo do Projeto O Lixo Vale Ouro, do Programa de Capacitação Solidária, da Comunidade Solidária do Governo Federal de FHC, que também, aconteceu nesses respectivos anos. Ambos os projetos teve estadia no complexo escolar Beco da Cultura, na Escola Carlos Correia de Menezes Sant’ Anna II. Abaixo vão duas imagens tiradas pelos fotógrafos da UNESCO na época, (eu estou presente nas duas).

1/2

1998 a 2006 - História dos meus Projetos e Ativismo com o Movimento HIP-HOP

Minha trajetória como um ativista social teve início aos 15 anos em 1996, quando conheci o Movimento HIP-HOP Organizado da Bahia, na Posse Zumbi no Nordeste de Amaralina, e a partir daí comecei a frequentar as reuniões da Posse Ori e UNEGRO, e os encontros semanais de lazer no Passeio Público no centro de Salvador. Daí, comecei a frequentar todos os concertos e eventos do Movimento HIP-HOP na época, curtindo som e prestando atenção nas mensagens de consciência, com letras bem expressivas que transmitiam os nossos gritos de necessidades e rebeldia, em uma época em que o jovem negro nascido nas favelas não tinha nenhuma voz na capital mais negra da América Latina. Conheci os grupos de rap da época que muito me influenciaram, primeiramente, QUILOMBO VIVO, e, consequentemente, com os concertos na Gamboa e nas outras quebradas: ATITUDE NEGRA, IDEOLOGIA ALICERCE, ATITUDE PRESENTE, ELEMENTO X (que era o top do rap baiano na época), ERÊ JITOLU, SIMPLES REP’ORTAGEM, e entre outros... Apesar de já ser Angolero (expressão dada aos praticantes da Capoeira Angola), a informação para formação de minha identidade e consciência negra veio com o Movimento HIP-HOP. A partir daí, fui me conhecendo e me politizando. Comecei a escrever letras de rap, que na época era de protesto social e consciência negra, e participei de vários concertos, até fundar no início dos anos 2000, o Movimento Quilombo Moderno, para atuar com o Hip-Hop em projetos socioeducativos e ativista. Depois, abandonei as práticas com Hip-Hop, pois me tornei professor de Capoeira Angola, e com o passar do tempo me entreguei ao ativismo ecológico e sustentável. Deixo aqui algumas imagens das ações que fiz com o HIP-HOP, quando sua proposta, diferente do que é hoje, era voltada ao bem estar social e união dos povos desfavorecidos e discriminados na favelas de Salvador.

  • No ano 2000 organizei minha primeira ação com HIP-HOP, com o tema: PAZ, UM ALÔ PARA GALERA DO BÊCO, no Bêco da Cultura, complexo escolar no Nordeste de Amaralina, sendo apoiada pela UNESCO (naquele tempo não existia fotografias digitais)

1/29
  • Projeto HIP-HOP nas Escolas - Módulo Criarte

1/159
  • Projeto HIP-HOP nos Bairros - Chapada do Rio Vermelho - Nordeste de Amaralina

1/101
  • Congresso de Fundação do Atitude Quilombola Frente de Políticas Negras e HIP-HOP Ativista

1/219
  • Marcha HIP-HOP Ativista de Reparação e Combate ao Racismo

1/302
  • Concertos de HIP-HOP

1/206
  • Passeata Ativista HIP-HOP Atitude Quilombola - Rio Vermelho

1/181
  • Ativismo com HIP-HOP na Faculdade Ruy Barbosa e Expor Vestibular