CRÔNICAS, CONTOS, TEXTOS, POEMAS E POESIAS

01

Rápido demais — Crônicas do Parque

Já fazia cinco solitários anos em que se encontrava separado e divorciado. Se mantinha firme em sua promessa de não mais se envolver e se entregar a um relacionamento amoroso. Afinal, sofrera bastante quando se separou da sua amada e louca esposa norte-americana (USA), que de repente enlouquecera... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

02

Experiência Divina (Meu filho Lavi)

Chamo minha experiência de pai, a experiência de Deus. Pude perceber muitas coisas da vida e de mim mesmo, vendo o crescimento e desenvolvimento do meu filhinho Lavi. No início logo quando ele nasceu, parecia para mim que ele ainda não estava aqui, quando digo ‘aqui’ falo desce mundo, acho que estava em parte… CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

03

Os nossos Primeiros Pais e as Nossas Primeiras Mães

Ali, sentado numa grande pedra com o seu M’bolumbumba na mão direita, segurando como se fosse um cajado. E seu cachimbo na mão esquerda, levando-o sempre à boca, em que dava várias pitadas. Estava o preto velho em plena paz de espírito. E todos que o fitavam podiam sentir essa paz. Seu rosto negro reluzia de serenidade iluminado pelos raios solares. E seus olhos, brancos como as nuvens do céu, transmitiam uma profunda força como o próprio sol em seu esplendor... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

 

04

A verdade está onde nunca a procuramos — Crônicas do Parque

Era uma daquelas manhãs escaldantes com temperaturas que variavam de trinta e cinco a trinta e oito graus célsius, com sensação de quarenta a quarenta cinco no centro-norte de Israel. Como de costume me encontrava todos os Yom Sheni (segunda-feira) no parque de Kfar Saba, fazendo manutenção nas piscinas ecológicas... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

05

O pombo preso no galinheiro — Crônicas do Parque

Notara-se perdido no ponto atual de sua vida. Não soube ao certo como tudo lhe escapou. De repente, no parque de Kfar Saba, se viu em um lugar onde nunca quisera estar. Em que nunca imaginara, ou ao menos sonhara e desejara... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

06

De Yom Rishon (domingo) a Yom Hamishi (quinta-feira) — Crônicas do Parque

Acordou exausto às quatro horas da manhã com o toque de uma suave música de flauta chinesa, em que configurara no aplicativo despertador do seu smartphone. Levantou-se de súbito sentando na cama com os olhos pesados de sono, em que o seu corpo estava a lhe implorar por mais algumas horas de descanso... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

07

Imperceptibilidade de uma Grande Alma — Crônicas do Parque

Em uma dessas manhãs de Yom Sheni (segunda-feira), em que se encontrava solitário sentado em um dos bancos no Parque de Kfar Saba, com a cabeça cabisbaixa apoiada em seus punhos. Sentia-se ignorado pelo mundo, já não era tão apreciado como antes. Algo lhe escapou ou foi-lhe roubado. As pessoas já não mais lhe presentearam com olhares de admiração e espanto... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

08

Esotérico Ato Manifesto da Revolução Existencial

Nos primórdios da nossa existência como uma das muitas espécies que habita esse ecossistema terráqueo. Nós éramos simplesmente um ser coabitando e interagindo com os outros inúmeros seres existentes. Não víamos a natureza como esse belo quadro pintado a óleo ou aquarela... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

09

A união do complexo medo atraente

Nascemos e vivemos mergulhados numa atmosfera de medos e complexos que nos foram impostos por uma sociedade de valores ilusórios. Essa nossa triste “realidade” teve sua extrema abrangência com o poder que nos foi outorgados através da internet e seus recursos digitais. Passamos em muito pouco tempo de simples telespectadores para aspirantes astros autodidatas... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER

10

Inerte Solitário Despertar

Aquele que acordou, percebeu a solitária gota cristalina na teia do sonho escorrendo no fio da ilusão enodada em seus anseios ao percorrer o sutil trajeto. A gota vagarosamente se desprendia dela mesma deixando inúmeras partículas, gotículas de si... CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LER